Resenha: chá Rooibos & Honeybush, da Talchá.


Quem me conhece sabe que gosto de chás o ano inteiro - e a pedidos - eis a resenha de um dos meus preferidos: Rooibos & Honeybush Canela e Maça, da Talchá.
É sabido pelos puristas, que os chás vem da Camellia Sinenses (chá Branco, Verde, Oolong e o Preto), e não os demais, como o Rooibos, Honeybush, Erva-Mate e as infusões.
Conheci o Rooibos anos atrás, por indicação médica, para ajudar no tratamento da fibromialgia (fadiga crônica e parte muscular), alergia e gastrite; e quis saber mais
Numa pesquisa breve, veja alguns benefícios:
1) ROOIBOS também conhecido como um CHÁ VERMELHO (difere do Pu Erh, que lembra o café), e como o Honeybush, não tem teína, nem cafeína. Advém de um arbusto sul-africano e AJUDA na saúde por:
- ter alta concentração de flavonóides (antioxidantes ->  xô envelhecimento) e polifenóis (anti-inflamatório), acalma alergias
prevenir problemas cardiovasculares, respiratórios e gástricos
- diminuir o colesterol e o açúcar no sangue
- ser desintoxicante e diminuir o peso (detox)
- diminuir a irritabilidade e ansiedade (anti-depressivo), bem como, sintomas da menopausa
- ter minerais: magnésio (sistema nervoso); cálcio, manganês e flúor (dentes e ossos); ferro (sangue e músculos); potássio e zinco (metabolismo)
- ser diurético suave, ajudando a diminuir o inchaço corporal; e muito mais.
2) HONEYBUSH, conhecido como "arbusto de mel", porque suas flores exalam um aroma parecido com o do mel (foto acima). Também contém grande concentração de minerais e antioxidantes, que beneficiam a saúde. Ambos originam da África do Sul, sendo que este tem sabor mais adocicado, que seu primo Rooibos. 
3) Pedacinhos de MAÇA, CANELA e AROMAS NATURAIS, que também beneficiam o organismo. Este blend tem baixa concentração de tanino, é levemente adocicada, marcante e mesmo assim suave, muito gostosa, refrescante e perfumada. Gosto da sensação reconfortante que dá! 
Pena, que a internet não tem o poder de transpor sensações, sabor e aromas, pois acredito que você também iria gostar. Despertar os sentidos! 
Um close deste lindo mix:
E para quem acha que chá é 'água quente com alguma coisa', bebida sem graça ou de mulher, saiba que além de ser um hábito saudável é bem democrático, pois há rituais com ingredientes do mundo todo, com várias propriedades e benefícios, sabores e preferências, dentre homens, mulheres e crianças. É a segunda bebida mais consumida no mundo!
Ou seja, renda-se aos bons! 
Como fazer? 
Geralmente, para fazer uma xícara/caneca de 200ml usa-se uma colher (chá) do blend/chá/infusão, mas é tamanha a qualidade deste mix da Talchá, que rende o dobro (duas xícaras) com a mesma quantidade. Rende muito!
Particularmente, em casa ele agrada tanto gelado, num momento relax de dia, quanto quente no final da noite
Dica: depois que eu ponho o chá na xícara, caneca ou garrafa, retiro o mix úmido mesmo do infusor e ponho num difusor rechauld (apagado) ou pires, para continuar exalando o perfume na sala ou cozinha. Até já coloquei com um pouco de água, num difusor tipo rechauld (aceso) com outros óleos essenciais escolhidos a dedo, para fins aromaterápicos.
Onde encontrar? 
Comprei na loja virtual da Talchá: Rooibos & Honeybush, a edição limitada Moringa com Maça, e a Amêndoa Doce
Mais informações:
Saiba que cada palavra nos meus posts, com cor diferente, clicando sobre ela, leva ao assunto do termo, a fim de esclarecer mais, enriquecer a resenha, dar conhecimento etc.
O site da Talchá é formatado de forma clara e moderna, explicando super bem as diferenças dos chás e infusões, as origens, como escolher de acordo com seu paladar , vontade ou necessidade, como fazer e tudo o mais. 
Além destes, das Flowerings Teas e muitos outros chás, você encontra nas embalagens pouch (saquinhos resistentes, que vedam super bem - foto da capa desta resenha) e lindas latas (foto acima), ambas com 50g ou 100g, e ainda, acessórios e kits lindos, nas três lojas físicas em SP, e na loja virtual (veja aqui), que entrega bem embalado e rapidinho em todo o Brasil.
Experimente. 
Talvez essa experiência possa virar um hábito saudável, na sua vida.




IMPORTANTE: Este post não é um publieditorial, mas sim, o compartilhamento de minhas impressões pessoais. 







Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário