Perfumes: EDP Chloé X EDT Make Me Fever Gold, da Mahogany

Olá!
Gosta do perfume EDP CHLOÉ, da marca homônima? Pois bem, eu também, mas se você está priorizando no que gastar seu rico dinheiro, sem perder a identidade aromática, saiba que você pode continuar com este aroma, com alta fixação e por meno$, aliás, bem menos.
O EDT MAKE ME FEVER GOLD, da MAHOGANY é uma fragrância que se assemelha demais com o sofisticado EDP CHLOÉ, e em mim, aquele se fixa até melhor.
Tenho os dois e diante do aroma ser praticamente o mesmo na pele, mesmo tendo algumas notas em comum, acredito que vale experimentar na sua pele e comprovar esta maravilha. 
Compare as notas olfativas destes perfumes florais:
Perfume floral fresco
Topo ou saída: bergamota, lichia
Coração: rosa, gerânio, muguet
Fundo: cedro, almíscar branco, cristais de rosa
Foi lançado em 2014

Perfume floral oriental
Topo ou saída: peônia rosa, lichia, frésia
Coração: rosa, flor de magnólia e lírio do vale
Fundo: cedro da Virgínia, mel, âmbar
Foi lançado em 2008 e criado pelos perfumistas Amandine Marie e Michel Almairac
Como se comportam na pele?

Ambos com suas notas de saída abrem florais e frescos, um pouco ardidos até,  o que me lembra um pouco o L’Eau de Chloé, que é mais verde e igualmente delicioso.
As notas de coração evoluem para algo doce e suave, mas nada enjoativo.
O curioso é que mesmo não havendo notas de frésia no da Mahogany, e sim, no da Chloé, aquele aroma fresco típico da frésia explode no blend coração da Mahogany, mais que no da Chloé. Creio que seja o mix com o gerânio.
Aliás, encontrar uma fragrância floral, doce e marcante pode até parecer a primeira vista algo muito comum, diante das mil possibilidades nas prateleiras perfumísticas para as mulheres, mas estes dois perfumes definitivamente são fragrâncias especiais. Com aromas clean, leves, sofisticados, marcantes e muito femininos.
As notas de fundo vão se fechando com o tempo mais sequinhas, com a presença do cedro em comum, mostrando-os delicados e não gourmand, mesmo com a presença dos fixadores do âmbar e do mel no Chloé, e do musk branco com cristais de rosas, no Make Me Fever Gold. Ou seja, aquele se mostra mais amadeirado e este mais fresco.
Contudo, ambos se adequam perfeitamente com todos os climas e momentos que vão do dia a dia aos especiais, lindamente, sendo que o sillage (rastro) é mais nítido com o da Mahogany.
Perfume é uma questão pessoal, de pele!
Minha pele é normal à seca, por exemplo, e por isso fixa menos as fragrâncias em geral, mas mesmo sem o efeito camada (passar creme hidratante neutro na pele antes de borrifar o perfume, o que aumenta a fixação), em média o francês durou 10 horas e o nacional 13 horas. Excelente projeção e fixação!
Por tudo isso, para mim a diferença destas fragrâncias se mostram muito sutis e um praticamente se passa pelo outro, tranquilamente e podem viver pacificamente, até porque na prática, as diferenças são explícitas nos frascos igualmente lindos, tamanho e nos preços, pois o francês de 50ml custa cerca de R$400,00 e nem tem e o nacional de 100ml (o dobro), R$139,00. 
Ficou curiosa? Vale a pena experimentar na sua pele.






Comentários
1 Comentários

1 comentários:

  1. Simplesmente amei!!! Pra mim, irmãos gêmeos!!! Diferentes nas notas de saída, mas com o tempo, convergem para um mesmo caminho, evoluindo lado a lado! Vale conferir!

    ResponderExcluir