Receita: Brownie integral de chocolate e castanhas


Deu água na boca? Brownie integral de chocolate e castanhas sem glúten, nem lactose, mas cheinho de coisas saudáveis e com sabor intenso de chocolate e castanhas
Não sabe fazer? Supera este desafio, porque se faz em 10 minutos! 
Não sei se você é como eu, que tenho intolerância a lactose, mas não ao glúten, por isso, gosto de optar por alimentação sem lactose e glúten por tempos, pois me deixa mais leve, cheia de disposição...

Vamos a receita desta delícia, que fica ótimo no calor ou no frio:

1 xícara (chà) de farinha de arroz 

1/2 xícara (chá) de fécula de batata ou AtivoYacon, da Jasmine (farinha de aveia, farinha de batata yacon,farinha de maracujá)
1 colher (chá) de fermento em pó
3 ovos

2 xícaras (chá) de açúcar de côco ou demerara 

1 barra de chocolate a 85% de cacau** 
1 colher (sopa) de chocolate em pó ou cacau em pó sem açúcar**
1/2 xícara de óleo de côco
1 colher (sopa) de extrato de baunilha
1 pitada de sal
Castanhas como nozes, côco, castanha do Pará, amêndoas, sementes de girassol, por exemplo.*


Vale dizer:
*Se quiser pode optar por uma versão com frutas secas, como tâmaras, figos, uva passa, berries, maças, por exemplo. Também fica ótimo!
**Sugiro saber antes de preparar, se a barra de chocolate e/ou chocolate em pó que você optar em colocar na receita não tem leite/lactose. 
*** Para quem quiser saber mais sobre o Ativo Yacon da Jasmine:


Como fazer: 
Antes de qualquer coisa, acenda o forno a 220 graus, por 10 minutos.
1) Misture a farinha de arroz, a fécula ou o Ativo Yacon e o fermento em pó. Reserve.
2) Bata os ovos e o açúcar por 5 minutos na batedeira.
3) Depois, adicione a mistura dos ovos e bata novamente com:
- a barra de chocolate derretida em banho-maria
- o chocolate em pó
- o óleo de côco
- a essência de baunilha e o sal.
4) Junte a mistura dos ovos o mix reservado (passo 1) e bata novamente.
5) Misture por fim, um punhado de castanhas picadas grosseiramente.
6) Ponha a mistura do seu brownie numa forma:
- refratária (untada e levemente enfarinhada com farinha de côco ou arroz) ou
- com aro/fundo removível (+- 20-25 cm de diâmetro, untada com óleo de côco e forrada com papel manteiga ou vegetal). 
7) Asse de 15 a 20 minutos, pois assim vai aparecer uma casquinha por cima, ficar úmido por dentro. :)

Delicioso para acompanhar leite vegetal, café, chá, chocolate, sorvete, chantilly... OU beliscar, suspirando.
Beijo








Estrias: Velastisa creme reafirmante da Isdin


É fato. As estrias podem vir desde a genética até as constantes mudanças de nosso corpo. 
Nascemos e passamos por fases que estiram nossa pele causando estrias, uma cicatriz que aparece com o crescimento rápido do corpo na adolescência, o "efeito sanfona" (engorda e emagrece por alimentação e/ou desequilíbrio hormonal), a obesidade, Síndrome de Cushing e uso de alguns medicamentos (corticóides), intensos exercícios físicos, gravidez.
Conheci o dermocosmético VELASTISA Creme Antiestrias Reafirmante Pós-parto, da ISDIN, que mesmo sendo para mulheres em estado pós-parto, me rendi aos ativos na sua composição, pois se trata, firma e recupera a pele da mulher grávida, cuida intensivamente da hidratação, nutrição, firmeza e elasticidade da pele. Vi que a ISDIN tem também outros dois cremes da linha Velastisa antiestrias, sendo um potencializador da elasticidade da pele e outro para o cuidado dos mamilos.

Aliás, todo produto que eu gosto, busco saber mais e compartilhar minha experiência positiva com as pessoas, sem  medo de ser feliz, até porque há muitos que não funcionam e são puro desperdício de tempo e dinheiro. Não é o caso deste creme VELASTISA, que adorei.

Quem me conhece sabe que sou detalhista e gosto de ver o todo em partes:

- Textura: é um creme que espalha bem, sem deixar a pele melecada e foi rapidamente absorvido, podendo me vestir logo em seguida.

- Aroma: tem cheiro de rosa, bem suave e agradável. Não briga com o perfume. 

- Composição: dentre os ativos contém Centella Asiática e Hidroxiprosilano CN (estimula a circulação, é anti-inflamatória, ajuda na síntese do colágeno e elastina, regenera a pele), óleo de Rosa Mosqueta (cicatrizante rico em vitamina A), vitamina E (antioxidante e emoliente), Glicerina (hidratante emoliente),  Proteosilano C (firmador).
   
- Estudos e testes: após estudos clínicos feito pela ISDIN, marca espanhola conceituada no mundo, em mais de 200 mulheres grávidas, que em 94% não ganharam novas estrias. Adequado para peles sensíveis. Testado por Dermatologistas. Hipoalergênicos e sem parabenos.

- Embalagem: bisnaga que fica em pé (na vertical) na prateleira, com tampa que veda bem.

- Rendimento: durou 2 meses, pois um pouquinho já espalhou bem.

- Preço: bem custo x benefício (R$84,38 = 150ml na DermaDoctor), por ser um dermocosmético com vários ativos concentrados que trata intensamente várias necessidades, como hidratação, elasticidade, firmeza, regeneração da pele do corpo, minimizando as recentes e prevenindo novas estrias.

- Tempo de uso: Usei uma bisnaga (150ml) depois do banho, por quase 2 meses, quando estive em cidades com climas opostos, quente (Rio de Janeiro) e frio (São Paulo e Curitiba), e pude notar que nem no calor a pele ficou melecada, nem ao aplicar, nem com o passar das horas.

Você sabe como surgem as estrias? Por que umas são brancas e outras avermelhadas? Como evitar e/ou tratar as estrias?


Veja como se forma a estria:

Acima à esquerda: fibra da pele saudável. No centro: estria avermelhada recente.
À direita: estria/cicatriz esbranquiçada, já formada.

- Resultado: o VELASTISA Creme Antiestrias Reafirmante Pós-parto, da ISDIN deixou minha pele bem tratada - nutrida, hidratada, lisinha, macia, firme e as poucas estrias que tenho estão mais disfarçadas. Não tem nácares de brilho na fórmula deste creme, mas notei que com o uso, a pele ficou iluminada, de tão saudável e bonita.

Aprendi que é sempre melhor prevenir que remediar, e por isso, busco controlar o peso com alimentação rica em vitamina C e ômegas, fazer exercícios, usar suplementos e dermocosméticos adequados.

Este ótimo creme dermocosmético tem uma pegada mais dermatológica e está na minha lista de aprovados e preferidos
Vale muito!!

Mais beleza, cabelos, corpo, bem estar, dicas, campanhas do bem, sorteios...


Olá!
Você que busca se superar todos os dias e sabe que há mais na vida, que se cuida por dentro e por fora, para ficar bem consigo e com o mundo, saiba, que estamos juntas.
O Mulher Mix vai trazer ideias, resenhas, receitas, moda, dicassorteios e muito mais nos próximos dias.
Aguardem.
Beijo

Resenha: o quê Annick Goutal tem em comum com Adriano, o Imperador?

O quê Annick Goutal tem em comum com Adriano, o Imperador?
Annick Goutal foi pianista premiada, modelo - perfumista após casar, ter sua filha Camille, se separar do marido, ter câncer de mama, e se casar com um amor de infância. Num acaso, conheceu o perfumista Henri Sorsana e passou anos estudando perfumaria - nota, harmonia, chave... Recebeu um convite de criar uma fragrância para um cosmético (creme para pele), lembrou da confeitaria de seu pai e assim, os cremes foram vendidos em potes de vidro, parecidos com os de doces, com etiquetas artesanais e escritas idem, que acompanhavam os produtos... Estava feliz novamente e até achava que a música tinha aroma: “Eu estava de volta à música, com aquela parte de mim que havia sido, tristemente, isolada”.
Numa viagem à Toscana, com passeios em jardins italianos, quando à ocasião leu o livro  "Memórias de Adriano", de Marguerite Yourcenar - que narra as histórias épicas de Adriano, o Imperador romano - Annick criou a fragrância Eau D' Hadrien (=Água de Adriano) ao se emocionar com a personalidade e estilo do célebre imperador - inicialmente, com notas de limão siciliano, cipreste e grapefruit. Foi sucesso imediato!

Mas o quê chamou sua atenção a ponto de se inspirar e criar esta colônia? Vem comigo!

Lá trás no tempo, antes de morrer, o imperador Adriano, Pontifex Maximus (Públio Élio Trajano Adriano, governou de 117-138 d.C.), escreveu uma carta-testamento ao seu sucessor, Marco Aurélio. Nela consta várias situações de sua vida, inclusive, sua relação com Trajano, seu antecessor; as campanhas militares na Europa; viagens à Ásia Menor e outras; a paixão pela caça; as discussões filosóficas com os principais pensadores do seu tempo, como Cícero (que eu adoro!); valorizou o classicismo grego, artes, filosofia e política; sua atenção aos amigos e inimigos; seu afeto com a mulher de Trajano, Plotina; o casamento com Sabina; seu amor pelo belo grego Antínoo, que suicidou ainda jovem, dali mexendo muito com as ideias e atitudes do imperador. Veja alguns pensamentos profundos de Adriano:
"Esforcemo-nos por entrar na morte com os olhos abertos". 
"Como toda gente, só disponho de três meios para avaliar a existência humana: o estudo de nós próprios, o mais difícil e o mais perigoso, mas também o mais fecundo dos métodos; a observação dos homens, que na maior parte dos casos fazem tudo para nos esconder os seus segredos ou de nos convencer que os têm; os livros, com os erros particulares de perspectiva que nascem entre as suas linhas."
"... o gráfico de uma vida humana, que se não compõe, digam o que disserem, de uma horizontal e duas perpendiculares, mas sim de três linhas sinuosas, prolongadas no infinito, incessantemente aproximadas e divergindo sem cessar: o que o homem julgou ser, o que ele quis ser e o que ele foi."
Aliás, para quem ficou curiosa com este romance clássico da literatura moderna, publicado em 1951, saiba que a dedicada autora gastou quase 30 anos em pesquisas e edições. Aliás, dá para notar quando são palavras de Adriano (1ª pessoa) e da percepção da autora (3ª pessoa). Interessante!
O quê Annick e eu vimos? Acredito que ele era um ser que chamava à atenção no mundo, por suas conquistas, ideias, habilidades, estilo e atitudes à sua época - como amar 3 pessoas em pleno império, inclusive, outro homem, o que para muitos à época era absurdo. Desculpem, mas parece que ele era o cara, pois na narrativa do livro, ele já morto, parecia vivo e instigante. Um conquistador de mundos diferentes, temido por inimigos, querido e admirado por seus iguais e amigos. E Annick criou um perfume inspirado em sua personalidade e nos ares italianos, que habitam de um jeito ou de outro em todos nós, que vivemos o mundo - universal e atemporal!
Será que Annick ficou encantada pelo protagonista, teve um feeling ou um insight? Pois assim nasceu a premiada Eau D'Hadrien, que levou a perfumista à Academia Francesa, pelo tamanho sucesso - como o prestígio do livro sobre o imperador.
A marca homônima foi criada em 1980, mas com de sua criadora em 1999, sua filha Camille Goutal continuou lançando novas fragrâncias para a nova detentora da marca, Amore Pacific, em parceria com os perfumistas Isabelle Doyen e Camail Francis, mantendo os ideais artesanais, inconfundíveis, aromáticos, florais frescos com uma pegada na aromacologia, num total de 51 hoje.
Uso o Eau D'Hadrien Crème Parfumée pour le Corps, de Annick Goutal que é um creme corporal francês hidratante e perfumante, que tem o mesmo aroma cítrico, aromático e seco do perfume, com notas de limão siciliano, bergamota italiana, mandarina verde, grapefruit, cipreste, ylang-ylang. Contém óleo de abacate, vitamina A e E, alantoína - hidratantes, antioxidantes e revitalizantesVem num lindo pote de vidro pesado, com letras e detalhes delicados, com 200ml do creme não oleoso, que espalha fácil, a pele absorve rápido e fica muito macia e perfumada o dia todo. 
O curioso é que esta fragrância de nicho semi luxo é compartilhável para homens e mulheres, variando somente os frascos feminino e masculino na versão antiga e outros novos, bem como, as versões EDP e EDT: o Eau de Parfum tem aroma bem seco, enquanto a toilette é menos seco e acho que mais adequada para o nosso clima. A linha hoje ainda conta com outros produtos com mesmo aroma.
Contudo, Eau d’Hadrien se tornou ícone da maison (vídeo que mostra um pouco o estilo da maison), pelos seus prêmios e o endosso de personalidades do mundo todo, como Chiara Gadaleta, Adriana Barra, Leonardo de Cáprio, Sharon Stone, Jean Reno, Madonna, Prince, e mais. 
Veja outras 12 fragrâncias e preferência de seus celebs:
- Petite Chérie de Annick Goutal: Michael Douglas, Cameron Dias, Drew Barrymore.
- Mon Parfum Cheri, de Camille Annick Goutal - Feminino: Sara Forestier.
- Nuit Etoilee Eau de Parfum Annick Goutal: Samantha Morton. 
- Le Mimosa Annick Goutal: Melanie Griffith.
- Gardenia Passion Annick Goutal - Feminino: Oprah Winfrey.
- Heure Exquise Annick Goutal: Karl Lagerfeld.
- Eau du Sud Annick Goutal - compartilhável: Nicolle Kidman.
- Sables de Annick Goutal Masculino: Catherine Deneuve.
- Duel Annick Goutal: Tom Cruise.
- Un Matin d'Orage: Drew Barrymore.
- Quel Amour EDP: Carla Bruni.
- Mandragore: Michael Douglas. 

É fato! O livro que inspirou o perfume e paixão pela Itália são ambos sucesso! Clássicos incríveis!
Baseado neste livro e fragrâncias, que inspiram até hoje, desejo que você descubra o que a inspira, gosta e lhe faz bem, sem medo de ser feliz!


Presente para o futuro: A L'Oréal produz pele humana.


Presente para nosso futuro.

Quem se lembra do ótimo filme "A Pele Que Habito", de Almodovar? Pois bem, se alguém imaginava que isso só seria possível no cinema, vem a expertisse cosmética da L'Oréal e a tecnologia da Organovo mostrar que é possível.

O Grupo L'Oréal tem mais de 3.800 cientistas em 50 países para inovar no mundo da estética, e já há algum tempo, vem reproduzindo a pele humana, a fim de comprovar a segurança e a eficácia dos produtos e seus ingredientes, graças à sua expertise na reconstrução de pele humana por mais de 30 anos.

Com os modelos de pele reconstruída em 3D ao reproduzir a estrutura da pele humana e ao imitar perfeitamente as condições para a aplicação de produtos, é possível "prever" certas reações fisiológicas humanas. E ainda, evita testes em animais.


L'Oréal precisa de pele humana. E de muita. Por isso, o colosso francês dos cosméticos anunciou a parceria com a startup de tecnologia de bioimpressão Organovo, como fim de imprimir pele em 3D que possa ser utilizada para testar a toxicidade e a eficácia de produtos. Somos a primeira empresa de estética a trabalhar com a Organovo”, disse Guive Balooch, vice-presidente global da incubadora de tecnologia da L'Oréal. ... 
As mais grossas têm 1 milímetro de espessura. Conforme o método atual, as amostras de pele são cultivadas a partir de tecidos, doados por pacientes que se submeteram a cirurgias plásticas na França, que são cortados em pequenos pedaços e reduzidos a células.
Essas células são colocadas em bandejas, alimentadas segundo uma dieta especial e patenteada, e expostas a sinais biológicos que imitam os recebidos pela pele verdadeira.
“Criamos o ambiente mais parecido possível com estar dentro do corpo de alguém”, disse Balooch. Em aproximadamente uma semana, as amostras se formam, acrescentou ele, “porque a pele tem diferentes camadas e é necessário cultivá-las de modo sucessivo”."
Veja que interessante o vídeo na página da L'Oréal - e entenda (tradução)

"Beleza e ética

No ano 2000, a L’Oréal construiu uma unidade produção de pele reconstruída no pólo tecnológico em Gerland.

O objetivo foi industrializar a tecnologia que foi aperfeiçoada em nossos laboratórios vinte anos antes e que foi usada para a pesquisa em biologia, métodos alternativos e testes de tolerância da pele.

Na época, o prédio de 200 m2 abrigava quinze pessoas e produzia 12.000 unidades de epiderme reconstruída por ano.

Dez anos depois, a L’Oréal dobrou o tamanho do prédio e multiplicou por quatro o seu pessoal, produzindo anualmente mais de 160.000 unidades de tecido biologicamente reconstruído (pele e córnea) e, ao mesmo tempo, desenvolvendo testes de segurança e eficácia de produtos. A estação biotecnológica mudou.

Agora ela é um verdadeiro centro de testes para prever a segurança e a eficácia - uma plataforma única na indústria cosmética mundial, ilustrando o compromisso inabalável da L’Oréal para com uma mudança ética inevitável: a renúncia aos testes em animais. 


Porque as coisas mudaram tão rapidamente?

Porque a tecnologia está evoluindo, porque as equipes desejam superar este desafio e, acima de tudo, porque está ocorrendo uma profunda revolução nos testes de toxicidade e segurança. O teste puro e simples deu lugar ao teste preditivo.

Em outras palavras, trata-se agora de prever um efeito prejudicial ou benéfico com base na estrutura molecular de uma substância. Estes tecidos reconstruídos são ferramentas incríveis, pois nos permitem testar produtos aplicados em condições reais, na superfície da epiderme - seja sob forma de gel, creme, líquido, pasta ou pó.


Novos dados estão aperfeiçoando 100 anos de pesquisa, o que nos permite eventualmente começar a realizar testes clínicos em humanos sem nenhum risco através de uma estrutura química, eliminando de uma vez os testes em animais

Uma revolução simbólica de um mundo em transformação. Desta forma, a visão progressista da L’Oréal, sua ambição de acabar com os testes em animais e a confiança dos consumidores estão sendo fortalecidas. 

Oferecer a homens e mulheres no mundo inteiro o melhor da cosmética - em termos de qualidade, eficácia e segurança - atendendo a todos as suas necessidades e desejos de beleza."

Presente para nosso futuro.

O assunto me faz viajar e pensar em mil opções positivas, como tratamentos, reconstituição de pele e órgão, queimaduras graves, cirurgias mais complexas...

Será que a pele do futuro chega em 5 anos? 

Quando chegar será em boa hora!