Resenha: Midnight Recovery Botanical Cleansing Oil Kiehl's

Experimentei o novo Kiehl's Midnight Recovery Botanical Cleansing Oil - óleo leve de limpeza, removedor de maquiagem e impurezas, inclusive, a prova d'água. 
Confesso que ao experimentá-lo pela primeira vez até pensei que minha pele normal a seca iria ficar oleosa, mas ledo engano, pois após espalhar 2 pumps na pele úmida no rosto e pescoço, massageando o produto virou um leite de limpeza, que limpou da maquiagem a prova d'água até o protetor solar, sem deixar resíduos, nem a pele oleosa ou melecada, nem entupir os poros ou causar espinha. Após o enxágue com água, a pele ficou limpa, confortável, fresca, cheirosa e macia.
Usei na limpeza a noite e na manhã seguinte minha pele estava incrível. E assim seguiu com o uso regular. Aprovado!
fórmula deste novo limpador (40ml e 175ml) se destaca pela presença de óleos botânicos concentrados, como os de prímula (onagra, ácidos graxos ômega 6) e o de lavanda, mais o maravilhoso esqualeno, que juntos limpam, acalmam, nutrem, hidratam, revigoram e dão elasticidade a pele. Não tem sabão, nem sulfatos, nem óleo mineral. Indicado para todos os tipos de pele.
Aliás, a famosa linha antiage Midnight Recovery ("recuperação da meia-noite" - foto acima) contém extratos de plantas e óleos essenciais, como no:
creme para olhos Midnight Recovery Eyes (bisnaga - 15ml), 
- o icônico sérum noturno Midnight Recovery Concentrate (vidro - 4ml, 30ml e 50ml) e o
- sérum diurno Daily Reviving Concentrate (vidro - 4ml e 30ml)que respectivamente, nutrem, protegem, hidratam e iluminam a pele antes de dormir e após acordar, e que agora, com seu limpador, vem bem integrar o tratamento antienvelhecimento. 
Do aroma ao estilo da embalagem seguem o mesmo padrão da linha, inclusive, com a mesma cor - azul profundo lindo de viver. Todos duram muito - super custo x benefício, pois usa-se gotas por dia, o que já traz benefícios rapidamente.
A marca ainda tem um lado social que eu admiro, pois sempre participa de campanhas humanitárias, como a recente da  linha Midnight Recovery:
"Desde a década de 1851, de acordo com o compromisso de Kiehl's com o bem-estar das crianças, em maio de 2017 o artista de renome mundial da Kiehl's, Jeff Koons, fez parceria para conscientizar o Centro Internacional de Crianças Desaparecidas e Exploradas (ICMEC), em homenagem ao Mês Nacional das Crianças Desaparecidas. Os lucros líquidos doados da Kiehl's nas vendas de produtos da Midnight Recovery até US$ 100.000 irá para beneficiar o ICMEC, para ajudar a tornar o mundo mais seguro para as crianças."
Quer experimentar o  Midnight Recovery Botanical Cleansing Oil também? Saiba que o pessoal da Kiehl's é super simpático e atencioso e que a filosofia da marca inclui experimentar antes de comprar.
Vá a uma das lojas da marca (tem loja virtual também - aqui) experimente e tire todas as suas dúvidas, sem medo de ser feliz!
Beijo



Esta resenha não é um publieditorial, e sim, minhas impressões pessoais.


Resenha: lip balm Nuxe Rêve de Miel

Olá! Sabe quando bate o frio, vento, gelado e ar condicionado na pele e ressecam os lábios?
Junte-se a isso banhos quentes e a vontade de arrancar aquela pele fininha, que teima em soltar pela metade nos lábios? É o ressecamento nos lábios chegando, para trincar seu batom, aparecer aquelas linhas finas em volta da boca ('código de barras'). Faz um estrago no visual. Pior, ainda vai dar beijos nada macios.
Mas tem jeito. Sei disso, porque além de ter a pele naturalmente normal a seca, estou quase sempre nas condições climáticas acima, o que piora. Por isso, sempre estive a procura de vários lip balms para ajudar a resolver o problema dos lábios ressecados.
E a resenha de hoje está dentre os cosméticos preferidos, por ser eficiente e custo X benefício. Sim, porque ele esfolia, nutre e hidrata ao mesmo tempo. E ainda, é docinho e cheiroso! Mas não é de comer. Advinhou?
Este produto faz parte da extensa linha Rêve de Miel da marca francesa NUXE, a exemplo, na foto abaixo, dentre outros produtos que gostei, o hidratante para mãos e unhas (bisnaga - centro), gel limpador de rosto e corpo (frasco grande - a direita), e o lip balm e outros da marca, que fazem maravilhas da cabeça aos pés:
Eis o produto à esquerda na foto acima: Rêve de Miel Baume Lévres - Lip Balm. Ele é um produto "ame ou odeie", porque há quem goste de bisnaga, textura em creme ou gel, e este é diferente. 
É um protetor labial tipo bálsamo ultra nutritivo para os lábios, que foge ao comum liso e sedoso, mas tem efeito prolongado como protetor, reparador e nutritivo para os lábios. Para mim, indispensável no frio e vento e após exposição solar. Uso de 2 a 3 vezes por dia, sendo a última antes de dormir, para acordar com lábios bem macios. Aliás, o restinho que fica no dedo eu espalho nas cutículas das unhas, para amaciar e nutrir. Este já é meu segundo pote. Adoro!
Embalagem: redonda, pequena, de vidro e tampa colorida de plástico (a edição limitada, pois a regular tem cor branca) tem um ar vintage, fofo, mas com um quê de moderno. Vem com 15g, dentro de uma caixa explicativa e com uma pequena espátula plástica, para retirar o produto a cada uso, e evitar o contato direito dos dedos como produto, para evitar contaminação. Dura muito!
Textura e aroma: pasta macia e opaca, meio cerinha, com micro-grânulos vegetais, bem emoliente, cheirosa, refrescante e docinha (sim, não resisti em puxar uma 'pelinha meio solta' e acabei provando este mel). É normal escurecer um pouco o produto como tempo, diante de seus ativos serem  naturais, que não prejudica as propriedades benéficas do produto, nem perde a validade de uso.
A cor é meio amarronzada, clara, opaca e transparente, o que fica ótimo para crianças, adolescentes, homens e mulheres.
Fórmula: dentre 79,5% de ingredientes naturais, este concentrado contém manteiga de karité, óleo de damasco, mel, óleo de grapefruit, extrato de calêndula, óleo de semente de rosa e semente de girassol, vitamina A e E, dentre outros. Sem parabenos.
Filosofia da marca: ela tem um dedo verde, devido à consciência eco-friendly, botânica, orgânica, sustentável, natural. E para quem imagina que "uma pegada mais natural" não duram nada, estragam com facilidade, como se ouve popularmente, saiba que uso há anos este lip balm e outros da marca, que transitam super bem entre outros queridinhos no necessaire, criado-mudo, gavetas de makes e cremes. 
Diferente: falei que ele é diferente, porque há  marcas que faz tratamentos de beleza para os lábios, com 2 ou 3 produtos diferentes, agindo conjuntamente, como a exemplo, o kit Bliss Fabulips, o duo Fillderma Lips Step 1 e Step 2, dentre outros. 
Prós e contra: gsoto desta filosofia 'tudo em um' nos cuidados, sem esbranquiçar os lábios. Mas não tem FPS - fator de proteção solar. Porém, como meus batons e gloss têm proteção solar, não vejo problemas.
Por tudo isso, é um dos meus preferidos.
Onde encontra? A exemplo das lojas Sephora e Sweetcare, que tem lojas virtuais e entregam em todo o Brasil.
Beijo




Importante: esta postagem não é um publieditorial, mas sim, minhas impressões pessoais de um produto cosmético.


Resenha: protetor solar para pele mista a oleosa

Olá! Quer mais cuidado antienvelhecimento que usar protetor solar? Experimentei e gostei muito destes protetores solares da Isdin e Heliocare, para pele mista a oleosa:

Este protetor solar tem  base aquosa (água), textura gel fluida e incolor, que espalha bem, dá um frescor gostoso na pele na hora. Seca rapidamente, formando um filme transparente e agradável na pele - sem repuxar.
Ele contém ativos hidratantes e antioxidantes (ácido hialurônico, alantoína, vitamina E), que tratam e acalmam, reduzem e controlam a oleosidade (sílica). Até ajudou a fixar a maquiagem (efeito primer). Não arde os olhos.
O aroma se dispersa logo e não interfere na maquiagem.
É resistente à água, tanto que você pode repassar ele na pele molhada, sem comprometer seu efeito protetor.
Sua embalagem é bonita e resistente,  cabe no nécessaire. Dura muito!
Saiba mais - clique aqui ou aqui. 
2) A ISDIN tem um protetor solar em estojo - Fotoprotetor base compacta oil free FPS50que além de proteger dos efeitos do sol, ainda, tem bisabolol que hidrata e acalma.
Este protetor é um creme a pó, que uniformiza, com cobertura de base natural, matifica e controla a oleosidade, com toque seco. A pele fica aveludada e natural.
Ajuda a fixar a maquiagem. Usei por tempos a única cor que tinha dele no Brasil e achava um pouco escuro para mim, mesmo espalhando bastante na pele, e agora, este queridinho tem aqui em DOIS TONS. Estou doida para experimentar o tom claro, para ver se ficará bem na pele...
Já conheci alguns produtos muito bons da ISDIN - veja aqui algumas resenhas.
2) Max Defense Compacto oil freeFPS50, da HELIOCARE:
A saber, a Heliocare é uma linha de produtos do grupo Melora do Brasil.
Este produto tem versão para pele normal/seca e normal/oleosa, em tons distintos, nas cores: fair, light, brown, ou seja, claro, médio, escuro.
Textura creme a pó que vem num estojo branco grande (rende muito), com esponja boa, macia e branca (inclusa em lugar próprio no estojo).
Contém vitamina E, chá verde, ácido ferúlico e cafeico, que tratam, hidratam, uniformizam e dão luminosidade a pele.
Tem  aroma agradável e suave. Este protetor ainda matifica, maquia e cobre (cobertura média) leves imperfeições da pele, devido ao tom de base. Não sai da minha bolsa (uso a cor Fair)!
Outro protetor solar da Heliocare ganhou prêmio em 2016:
Este produto tem embalagem formato bisnaga, com textura fluida, oil free, leve tom de base e toque seco.
O curioso é que mesmo tendo o nome 'gel' é um gel creme fluido com leve tom de base - bege acinzentado - que ao espalhar no rosto não deixa a pele esbranquiçada.
Ele contém ativos que tratam, uniformizam, dão luminosidade e disfarçam imperfeições, mantendo a pele protegida, sequinha e sedosa na hora.
Não contém álcool, não arde os olhos, nem irrita a pele
Adorei o aroma! 
Aliás, conheci este Heliocare a pouco tempo, numa compra virtual com a SWEETCARE - ótima loja portuguesa que compro há anos, com frete livre de taxas alfandegárias, que tem produtos de várias marcas e segmentos com ofertas e preços imbatíveis, e ainda, entrega rápido no Brasil. Geralmente uns 10 dias! Adoro!

*Vale lembrar os conselhos dos dermatologistas:
- Todos estes produtos têm ampla proteção solar, não irritam a pele, nem obstruem os poros (não acnegênico e não comedogênico), são hipoalergênicos e dermatologicamente testados;
- Repassar o protetor solar após molhar ou suar muito a pele e/ou a cada 2-3 horas. ;)






*Esta resenha não é um publieditorial, mas sim o compartilhamento de minhas impressões pessoais.

Resenha: chá Rooibos & Honeybush, da Talchá.


Quem me conhece sabe que gosto de chás o ano inteiro - e a pedidos - eis a resenha de um dos meus preferidos: Rooibos & Honeybush Canela e Maça, da Talchá.
É sabido pelos puristas, que os chás vem da Camellia Sinenses (chá Branco, Verde, Oolong e o Preto), e não os demais, como o Rooibos, Honeybush, Erva-Mate e as infusões.
Conheci o Rooibos anos atrás, por indicação médica, para ajudar no tratamento da fibromialgia (fadiga crônica e parte muscular), alergia e gastrite; e quis saber mais
Numa pesquisa breve, veja alguns benefícios:
1) ROOIBOS também conhecido como um CHÁ VERMELHO (difere do Pu Erh, que lembra o café), e como o Honeybush, não tem teína, nem cafeína. Advém de um arbusto sul-africano e AJUDA na saúde por:
- ter alta concentração de flavonóides (antioxidantes ->  xô envelhecimento) e polifenóis (anti-inflamatório), acalma alergias
prevenir problemas cardiovasculares, respiratórios e gástricos
- diminuir o colesterol e o açúcar no sangue
- ser desintoxicante e diminuir o peso (detox)
- diminuir a irritabilidade e ansiedade (anti-depressivo), bem como, sintomas da menopausa
- ter minerais: magnésio (sistema nervoso); cálcio, manganês e flúor (dentes e ossos); ferro (sangue e músculos); potássio e zinco (metabolismo)
- ser diurético suave, ajudando a diminuir o inchaço corporal; e muito mais.
2) HONEYBUSH, conhecido como "arbusto de mel", porque suas flores exalam um aroma parecido com o do mel (foto acima). Também contém grande concentração de minerais e antioxidantes, que beneficiam a saúde. Ambos originam da África do Sul, sendo que este tem sabor mais adocicado, que seu primo Rooibos. 
3) Pedacinhos de MAÇA, CANELA e AROMAS NATURAIS, que também beneficiam o organismo. Este blend tem baixa concentração de tanino, é levemente adocicada, marcante e mesmo assim suave, muito gostosa, refrescante e perfumada. Gosto da sensação reconfortante que dá! 
Pena, que a internet não tem o poder de transpor sensações, sabor e aromas, pois acredito que você também iria gostar. Despertar os sentidos! 
Um close deste lindo mix:
E para quem acha que chá é 'água quente com alguma coisa', bebida sem graça ou de mulher, saiba que além de ser um hábito saudável é bem democrático, pois há rituais com ingredientes do mundo todo, com várias propriedades e benefícios, sabores e preferências, dentre homens, mulheres e crianças. É a segunda bebida mais consumida no mundo!
Ou seja, renda-se aos bons! 
Como fazer? 
Geralmente, para fazer uma xícara/caneca de 200ml usa-se uma colher (chá) do blend/chá/infusão, mas é tamanha a qualidade deste mix da Talchá, que rende o dobro (duas xícaras) com a mesma quantidade. Rende muito!
Particularmente, em casa ele agrada tanto gelado, num momento relax de dia, quanto quente no final da noite
Dica: depois que eu ponho o chá na xícara, caneca ou garrafa, retiro o mix úmido mesmo do infusor e ponho num difusor rechauld (apagado) ou pires, para continuar exalando o perfume na sala ou cozinha. Até já coloquei com um pouco de água, num difusor tipo rechauld (aceso) com outros óleos essenciais escolhidos a dedo, para fins aromaterápicos.
Onde encontrar? 
Comprei na loja virtual da Talchá: Rooibos & Honeybush, a edição limitada Moringa com Maça, e a Amêndoa Doce
Mais informações:
Saiba que cada palavra nos meus posts, com cor diferente, clicando sobre ela, leva ao assunto do termo, a fim de esclarecer mais, enriquecer a resenha, dar conhecimento etc.
O site da Talchá é formatado de forma clara e moderna, explicando super bem as diferenças dos chás e infusões, as origens, como escolher de acordo com seu paladar , vontade ou necessidade, como fazer e tudo o mais. 
Além destes, das Flowerings Teas e muitos outros chás, você encontra nas embalagens pouch (saquinhos resistentes, que vedam super bem - foto da capa desta resenha) e lindas latas (foto acima), ambas com 50g ou 100g, e ainda, acessórios e kits lindos, nas três lojas físicas em SP, e na loja virtual (veja aqui), que entrega bem embalado e rapidinho em todo o Brasil.
Experimente. 
Talvez essa experiência possa virar um hábito saudável, na sua vida.




IMPORTANTE: Este post não é um publieditorial, mas sim, o compartilhamento de minhas impressões pessoais. 







Perfumes: EDP Chloé X EDT Make Me Fever Gold, da Mahogany

Olá!
Gosta do perfume EDP CHLOÉ, da marca homônima? Pois bem, eu também, mas se você está priorizando no que gastar seu rico dinheiro, sem perder a identidade aromática, saiba que você pode continuar com este aroma, com alta fixação e por meno$, aliás, bem menos.
O EDT MAKE ME FEVER GOLD, da MAHOGANY é uma fragrância que se assemelha demais com o sofisticado EDP CHLOÉ, e em mim, aquele se fixa até melhor.
Tenho os dois e diante do aroma ser praticamente o mesmo na pele, mesmo tendo algumas notas em comum, acredito que vale experimentar na sua pele e comprovar esta maravilha. 
Compare as notas olfativas destes perfumes florais:
Perfume floral fresco
Topo ou saída: bergamota, lichia
Coração: rosa, gerânio, muguet
Fundo: cedro, almíscar branco, cristais de rosa
Foi lançado em 2014

Perfume floral oriental
Topo ou saída: peônia rosa, lichia, frésia
Coração: rosa, flor de magnólia e lírio do vale
Fundo: cedro da Virgínia, mel, âmbar
Foi lançado em 2008 e criado pelos perfumistas Amandine Marie e Michel Almairac
Como se comportam na pele?

Ambos com suas notas de saída abrem florais e frescos, um pouco ardidos até,  o que me lembra um pouco o L’Eau de Chloé, que é mais verde e igualmente delicioso.
As notas de coração evoluem para algo doce e suave, mas nada enjoativo.
O curioso é que mesmo não havendo notas de frésia no da Mahogany, e sim, no da Chloé, aquele aroma fresco típico da frésia explode no blend coração da Mahogany, mais que no da Chloé. Creio que seja o mix com o gerânio.
Aliás, encontrar uma fragrância floral, doce e marcante pode até parecer a primeira vista algo muito comum, diante das mil possibilidades nas prateleiras perfumísticas para as mulheres, mas estes dois perfumes definitivamente são fragrâncias especiais. Com aromas clean, leves, sofisticados, marcantes e muito femininos.
As notas de fundo vão se fechando com o tempo mais sequinhas, com a presença do cedro em comum, mostrando-os delicados e não gourmand, mesmo com a presença dos fixadores do âmbar e do mel no Chloé, e do musk branco com cristais de rosas, no Make Me Fever Gold. Ou seja, aquele se mostra mais amadeirado e este mais fresco.
Contudo, ambos se adequam perfeitamente com todos os climas e momentos que vão do dia a dia aos especiais, lindamente, sendo que o sillage (rastro) é mais nítido com o da Mahogany.
Perfume é uma questão pessoal, de pele!
Minha pele é normal à seca, por exemplo, e por isso fixa menos as fragrâncias em geral, mas mesmo sem o efeito camada (passar creme hidratante neutro na pele antes de borrifar o perfume, o que aumenta a fixação), em média o francês durou 10 horas e o nacional 13 horas. Excelente projeção e fixação!
Por tudo isso, para mim a diferença destas fragrâncias se mostram muito sutis e um praticamente se passa pelo outro, tranquilamente e podem viver pacificamente, até porque na prática, as diferenças são explícitas nos frascos igualmente lindos, tamanho e nos preços, pois o francês de 50ml custa cerca de R$400,00 e nem tem e o nacional de 100ml (o dobro), R$139,00. 
Ficou curiosa? Vale a pena experimentar na sua pele.